INVISTA NA ARTE E NA CULTURA

SEJA UM COLABORADOR PARA A PRODUÇÃO DO DVD "A MISSA DA CAPELA MAGNIFICAT" SEM NENHUM ÔNUS FINANCEIRO, APENAS FAZENDO USO DO SEU IMPOSTO DE RENDA PELA lei Federal de Incentivo à Cultura.

ASSITA AO VÍDEO E SAIBA MAIS...

PARA DOAR OU MAIS INFORMAÇÕES

PREENCHA O FORMULÁRIO
OU ENVIE UMA MENSAGEM
PARA ANA FERGUSON
CLICANDO NO LINK ABAIXO:

whatsapp-logo-vector.webp

+55 21 98178-1899

ASPECTO COMPOSICIONAL DO CD

COMO FOI O ASPECTO COMPOSICIONAL  DA "MISSA DA CAPELA MANIFICAT"

Compor a Missa da Capela Magnificat foi um grande privilégio para mim.

 

A obra foi encomendada por meu caro amigo Raymundo Lopes para a capela que dá nome ao disco.

 

Foi-me dada uma a única recomendação: os cantos deveriam ser em latim. E assim foi feito.

 

A referência deste trabalho é a missa ordinária da Igreja Católica Apostólica Romana, com os seguintes textos (ou orações) fixos: Kyrie, Gloria, Alleluia, Credo, Sanctus e Agnus Dei.

 

Do ponto de vista composicional, o aspecto musical está subordinado ao texto. Assim, da mesma maneira que na Seconda Pratica, as relações de tensão e relaxamento, bem como a relação de dissonância e consonância, estão diretamente relacionadas como o significado do texto.

 

OUÇA AS MÚSICAS NA ÍNTEGRA

KYRIE

O Kyrie, por ser uma oração de contrição, foi pensado como um lamento sertanejo onde o baião e a harmonia modal se unem para imprimir na música a alma nordestina

GLÓRIA

O Gloria, que é por inteiro uma oração de louvor a Deus, foi a única oração da Missa que não foi construída musicalmente dentro da matriz da Música Popular Brasileira. A música possui três variações de compasso: inicia em compasso 5/4; na parte do meio passa para um ritmo ternário; e termina em um ritmo quaternário com referências à música gospel americana.

CREDO

O Credo, da mesma maneira que o Gloria, é uma oração bem extensa. Entretanto, em razão do Credo ser a profissão da fé católica, ela é a única dentre as orações fixas que adquire a característica de narrativa. Isso, do ponto de vista composicional, é um detalhe importante pois a música passa a ilustrar - e de certa maneira potencializar - o que se diz no texto.  A música começa com os instrumentos fazendo uma introdução em um ritmo das antigas marchas de carnaval e, de maneira especial, vai sonorizando os eventos que são descritos na oração. 

ALLELUIA

O Alleluia começa e termina com o piano tocando uma melodia que faz referência à moda de viola caipira, enquanto a bateria acompanha fazendo um ritmo do congado mineiro. Em razão de não haver um texto fixo para a oração do Alleluia, foi utilizado o salmo 150.

 

SANCTUS

O Sanctus possui uma característica muito importante. Dentre todas as orações da Missa, essa é a única que, de acordo com a fé católica, os fieis se unem aos anjos e santos para orar a Deus. Isso é extremamente relevante musicalmente por ser um fator que por si só define um caráter solene à obra, pois céu e terra se unem. Assim, ela começa com o coro fazendo a introdução a capela que é seguida por um Choro.

 

AGNUS DEI

O Agnus Dei foi pensado como um samba que se apresenta de duas formas: enquanto a banda toca de maneira desdobrada (em compasso quaternário) o coro canta em compasso binário). Em razão da obra possuir características de fuga, foi feita uma introdução na forma de prelúdio, em uma clara referência aos Prelúdios e Fugas de JSB.

AVE MARIA

 

O disco termina com um Ave Maria que foi feita para a capela Magnificat.   

PARA MAIS INFORMAÇÕES, LEIA O PDF ABAIXO OU FAÇA O DOWNLOAD